Lista de candidatos aprovados para a terceira fase do processo seletivo 2/2016

O PET-REL torna público os candidatosaprovados para a 3a fase do processoseletivo:

16/0072611, 16/0004527, 15/0151993, 15/0150369, 15/0143311, 15/0128711, 15/0126174, 15/0120737, 15/0119097, 15/0015852.

A 3a fase ocorrerá no dia 10/09 e consistirá em uma entrevista. Estas terão início às 8h e ocorrerão na sala 60/29 do Instituto de Relações Internacionais da UnB, sala do PET-REL, conforme edital correspondente.

O cronograma das entrevistas segue abaixo.

Boa sorte a todos.

 

14292300_1134327929939825_6120222957163026172_n

Anúncios

TEXTOS PARA A SEGUNDA FASE

Anunciamos aqui os textos que serão utilizados para a segunda etapa do Processo Seletivo do PET-REL.

Os artigos que serão utilizados são os seguintes: “The Illusion of Geopolitics”, de John Ikenberry e “The Return of Geopolitics”, de Walter Russell Mead, ambos tratando da temática da Geopolítica nas Relações Internacionais.

LINK DOS TEXTOS:
https://drive.google.com/…/0BxOYqKMovUota2tpMEs0RFAtc…/view…
https://drive.google.com/…/0BxOYqKMovUotcHBuTHRxQlkyd…/view…

Desejamos que façam uma ótima leitura e que os textos motivem um excelente debate.

LISTA DE APROVADOS PARA A 2ª FASE DO PROCESSO SELETIVO 2/2016

PET-REL torna público os(as) candidatos(as) aprovados(as) para a 2ª fase do processo seletivo:

16/0004527, 16/0072611, 15/0127545, 15/0120737, 15/0080441, 15/0119097, 15/0143311, 15/0150369, 15/0128711, 14/0090223, 15/0126174, 15/0005105, 15/0015852, 15/0151993, 13/0006891, 15/0012331, 16/0032407

Lembrem-se de que a 2ª fase ocorrerá no dia 9/9/2016 e consistirá em dois momentos. A saber: debate monitorado, com início às 8h30, e apresentação livre individual, com início às 10h. Ambas atividades serão realizadas nas dependências do Instituto de Relações Internacionais, conforme edital correspondente.

O cronograma de apresentação individual segue abaixo

 

14237514_1133099416729343_1404066265309415213_n

 

Boa sorte a todos(as).

Entre pétalas e pistolas: a importância do papel feminino para a imagem russa no cenário internacional, por Gabriel Lessa

 

Análise originalmente publicada no Boletim de Conjuntura Internacional nº 19 pelo petiano Gabriel Lessa

O Dia Internacional da Mulher é uma data comemorada ao redor do globo desde meados de 1908, celebrando as conquistas políticas e econômicas das mulheres nos últimos séculos. A princípio, a data estava fortemente ligada à luta por direitos trabalhistas, mas seus significados se transformaram com o passar dos anos (SANGHANI, 2016). A data foi reconhecida pelas Nações Unidas em 1975 (MCFARLANE, 2016), e, desde então, há uma tentativa por parte da organização de formular diretrizes específicas para estarem na pauta de cada ano. Em 2016, a ONU declarou a necessidade de acelerar a Agenda de 2030[1], garantindo a equidade de gênero proposta pela iniciativa (UN WOMEN, 2016).

Continuar lendo “Entre pétalas e pistolas: a importância do papel feminino para a imagem russa no cenário internacional, por Gabriel Lessa”

ANÁLISE – The Islamic State and the re-evaluation of the US agenda towards the Middle East: the shifting importance of Iran, por Pedro Simão [02/05/2015]

Esta análise foi escrita pelo petiano Pedro Simão Mendes e postada originalmente no Mundorama em 02/05/2015. Clique aqui para acessar a versão original.

 

It is no secret that Iran has been publicly pursuing the development of its nuclear program for at least one decade. Despite of having signed the Non-Proliferation Treaty (NPT) in 1968 – before the Iranian Revolution –, the country had several secret plants of uranium enrichment across its territory which were uncovered in 2002 by the United Nations. Since then, Iran’s initiatives regarding its nuclear program turned the country into one of America’s major concerns in the Middle East. In 2003, this situation led to a series of agreements with the International Atomic Energy Agency (IAEA) that were supposed to suspend Iran’s uranium enrichment activities and submit the country to regular inspections. However, in 2004, Iran failed to cooperate with IAEA’s inspectors – refusing to halt its uranium enrichment facilities and strengthened its nuclear program (ARMS CONTROL, 2015).

Continuar lendo “ANÁLISE – The Islamic State and the re-evaluation of the US agenda towards the Middle East: the shifting importance of Iran, por Pedro Simão [02/05/2015]”

BRIEFING: A Situação da Líbia

Nesta sexta-feira, dia 20/05, realizaremos a próxima edição do Laboratório de Análise de Relações Internacionais! (link para o evento aqui)

 

Sendo assim, dois temas principais serão enfocados durante o evento:

  1. Mediação e atores externos: estabilização política e combate ao Estado Islâmico na Líbia
  2. Instabilidade e discursos políticos alternativos: repercussões externas do processo de impeachment no Brasil

Todos os documentos produzidos pelo PET-REL acerca da atual conjuntura internacional já estão disponíveis no evento do Facebook. Em todo caso, estamos liberando aqui o briefing acerca da Situação da Líbia. Clique no link abaixo e confira!

 

BRIEFING: A SITUAÇÃO DA LÍBIA

 

 

Boletim de Conjuntura Internacional n. 19 – Abril 2016

Está disponível o 19º Boletim de Conjuntura do PET-REL!

Produzido com as análises feitas no último Laboratório de Análise de Relações Internacionais (LARI), o Boletim de Conjuntura expõe processos ocorridos recentemente no meio internacional, buscando explaná-los a partir de fatos detonantes.

Confira abaixo!

 

Boletim nº 19 – abril de 2016

 

Algum projeto de potência? por Bernardo Menescal

A bola de neve europeia: a crise de refugiados e o Acordo entre UE e Turquia por Bruna Bastos

Entre pétalas e pistolas: a importância do papel feminino para a imagem russa no cenário internacional por Gabriel Lessa

Between polemics and speeches: the Trump Effect in the U.S. mass media by Mila Campbell

The Trump Phenomenon by Nina Recine Amore

Proceso de paz en Colombia: las FARC-EP piden la prórroga y aparece… ¿el ELN? por Sergio Dorfler

Eleições Americanas e perspectivas para o reformismo político no Irã: evitando o “Efeito Ahmadinejad” por Yuri Portugal Serrão Ramos